NOTÍCIAS
DROPDEAD pelo mundo.
01/02/2016
Pedro Barros é tricampeão em Madureira.
Pedro destruiu e levou o primeiro lugar na etapa do mundial de bowl que aconteceu no Rio de Janeiro.

Oito dias antes de começar o evento, o pentacampeão mundial de bowl Pedro Barros entrava no centro cirúrgico para uma intervenção na clavícula, fraturada pouco antes de participar de um campeonato, no Chile.

Oito dias depois de quevrar a clavicula, ele levou o tricampeonato do Bowl Jam: Etapa mundial de skate bowl, disputado no Parque Madureira. Pedro superou os sete skatistas que disputaram a final da etapa Brasil do circuito da WCS e AIS.
O DROP DEAD Rider mostrou de cara que não tinha vindo ao Rio para brincar: na primeira volta, acertou a linha e conseguiu uma média 91, seguido de perto pelo americano Chris Russell.

Mas o melhor estava por vir. A segunda volta de Pedro levantou o público, que ignorou o fortíssimo calor e encheu a arquibancada do Parque Madureira. Com uma linha que honrou seus cinco títulos mundiais e mostrou o quanto está disposto a conquistar o hexa, ele conseguiu uma média de 95,33 pontos, que não seria batida. Antes mesmo de a volta terminar, a torcida já o saudava, aos gritos futebolescos de "Éééé campeããããooo".


"Um dos motivos de eu estar aqui, poucos dias depois de ser operado, é a força que os cariocas sempre dão ao skate, fazendo com que o esporte cresça a cada dia. Obrigado a todos os que vieram prestigiar o campeonato", agradeceu Pedro do lugar mais alto do pódio.
Ele ainda acrescentou considerar a etapa Brasil do mundial de bowl uma das de mais alto nível no circuito. Segundo ele, a disputa foi acirrada. "Eu tentei criar uma linha diferente, pra ver se funcionava. Felizmente, deu tudo certo", disse, que ainda agradeceu à equipe médica que cuidou dele e o deixou pronto para competir em velocidade recorde.

O vice-campeonato do Bowl Jam: mundial de skate bowl ficou com o atual campeão mundial, o americano Alex Sorgente, cuja melhor volta alcançou média de 90,00 pontos. Na terceira posição, o também americano Chris Russell (86,67).

Destaque também para os DROP DEAD Riders Murilo Peres, Vi Kakinho e Felipe Foguinho, que incendiaram o bowl de Madureira durante todos os dias de evento, e conseguiram o lugar merecidíssimo na grande final!

Resultado final:
1. Pedro Barros (BRA) - 95.33 (DROP DEAD)
2. Alex Sorgente (EUA) - 90.00
3. Chris Russell (EUA) - 86.67
4. Bob Burnquist (BRA) - 84.33
5. Ivan Federico (ITA) - 82.33
6. Felipe Foguinho (BRA) - 80.00 (DROP DEAD)
7. Murilo Peres (BRA) - 77.33 (DROP DEAD)
8. Vi Kakinho (BRA) - 75.67 (DROP DEAD)

Parabéns a todos skatistas envolvidos no evento! Alto nível de skateboard pro país interio ver.  

(fonte: CampeonatosdeSkate.com.br - Foto: André Magarao / CBSK) 


 
PORTFÓLIO DE MARCAS ADMINISTRADAS POR DROP FAMILY ®
Copyright © 2014 DROP DEAD, Todos os direitos reservados.