NOTÍCIAS
DROPDEAD pelo mundo.
26/01/2015
RIO 40ºC - Pedro leva 1ª etapa do Mundial de Bowl
Os DD'riderz incendiaram, mais que o sol de 40ºC, as famosas transições de Madureira, no Rio de Janeiro, durante a primeira etapa do Mundial de Bowl.

Sim. Mal começamos 2015 e o DROPDEAD'rider Pedro Barros já cravou seu nome no primeiro lugar de uma etapa mundial. O pentacampeão mundial de skate bowl começou bem a corrida para o hexacampeonato. Pedro venceu pela segunda vez consecutiva o Oi Bowl Jam, etapa que abriu o Circuito Mundial de skate bowl, no Parque Madureira, Rio de Janeiro.

Intensidade e explosão foram as características que levaram o "rei do bowl" ao lugar mais alto do pódio. Em segundo lugar ficou o ítalo-americano Alex Sorgente, que terminou a primeira volta, a sua melhor, na frente de Pedro. O DD'rider Felipe Caltabiano, AKA Foguinho, andou demais, com aquele estilão de sempre, levando o terceiro lugar, posição também garantida com a primeira das três voltas que cada atleta tinha direito. Esta é a primeira vez que a competição integra o ranking da International Skateboarder's Union (ISU) e contabiliza o dobro de pontos para o ranking da World Cup Skateboarding (WCS), já que é um evento chancelado por eles.
Ao todo oito skatistas se classificaram para a final, que contou com a ilustre presença do campeão mundial de surf, Gabriel Medina, amigo do Pedro. Gabriel ficou satisfeito com o que viu. "Pedrinho mandou várias manobras iradas. Vou tentar aplicar algumas no surf", disse. Outro surfista foi lembrado no evento. Os amigos Felipe Foguinho, Pedro Barros, Vi Kakinho e Murilo Peres competiram usando uma camisa em homenagem ao surfista Ricardinho dos Santos, assassinado por um "policial" no último dia 20, em Santa Catarina.

A vitória de Pedro Barros foi incontestável. Apesar do arsenal fantástico de manobras de Alex Sorgente, que conseguiu encaixar inclusive uma manobra com um nível de dificuldade alto, o Ollie 540 (giro de 540 graus sem segurar o skate), inventado por Tony Hawk, Pedro ganhou pela amplitude, velocidade e, principalmente, pela altura das manobras executadas. Se Alex Sorgente foi mais técnico, Pedro foi mais explosivo. E isso na modalidade bowl conta muito.
"Queria ter feito ainda mais", revelou o campeão, sempre exigente. "Consegui emplacar minha volta de segurança na segunda e tentei algo mais ousado na última". Mas não faltaram motivos para festa. Depois de comemorar com o público e os amigos, Pedro confessou: "ganhar em casa é bem mais gostoso! E essa vitória no início do ano me deixou mais confortável para continuar o campeonato". No pódio, ao receber o prêmio das mãos do gerente de Patrocínios da Oi, Bruno Cremona, Pedrinho convocou a galera para apoiar o skate: "O skate precisa crescer e a força de vocês é muito importante!" Feliz da vida com seu Ollie 540, nunca antes realizado em competições, Alex Sorgente, que veio de uma performance quase impecável,  considerou-se praticamente campeão: "Ficar em segundo lugar atrás do Pedro no Brasil, para mim, é o mesmo que ficar em primeiro. Estou muito feliz! A torcida brasileira é incrível e eu adoro competir aqui!"

Chegando em terceiro veio ele, mr. Felipe "Foguinho': "Fiz logo minha primeira volta de segurança e depois tentei emplacar mais manobras de aéreo, mas não rolou. Na terceira eu derrapei. Agora é focar o máximo e andar muito em todas as pistas de skate que aparecerem pela frente!"
Em sua segunda edição no país, o Oi Bowl Jam reuniu 30 grandes skatistas do cenário nacional e internacional e entregou uma premiação inédita equivalente a 70 mil dólares. A competição abriu o calendário de eventos esportivos das comemorações do Rio450 anos.

Resultado final:
1º Pedro Barros - 91.33
2º Alex Sorgente - 89.67
3º Felipe Foguinho - 88.33
4º Murilo Peres - 78.67
5º Greyson Fletcher - 76.67
6º Caíque Silva - 76.00
7º Vi Kakinho - 63.67
8º Dan Cézar - 55.67

fonte: campeonatosdeskate.com.br
OI BOWL JAM - FOTOS
GALERIA DE FOTOS DO MUNDIAL

 
PORTFÓLIO DE MARCAS ADMINISTRADAS POR DROP FAMILY ®
Copyright © 2014 DROP DEAD, Todos os direitos reservados.